Tag

zoli eventos exclusivos

Browsing

O desafio de Guilherme Neder em dar vida ao personagem de Tyrone Power (fotos marquito oliveira)

Um dos clássicos do diretor Billy Wilder, “Testemunha de Acusação” (1957) embarca no projeto “O Fotograma Revisitado”, que traz nossa assinatura. O filme inspirado numa das mais famosas peças teatrais da escritora Agatha Christie trazia no elenco Tyrone Power e uma Marlene Dietrich no auge de sua maturidade. Considerado um dos melhores filmes judiciários de todos os tempos agora ganha uma revisão com a colaboração do scouter e fotógrafo Marquito de Oliveira que traz o esportista e modelo Guilherme Neder no papel de Power. Já o grande desafio é ainda definir quem vai viver La Dietrich. O famoso vestido preto que a atriz usou deverá ser redesenhado pela renomada estilista Oracy Munhoz da Rocha Lacerda. O make up será produzido pelo mestre Viktor I da Vimax Art Hair Beauty. A produção será supervisionada pela ZOLI Eventos exclusivos.

Revisitando um clássico poderoso do suspense do mestre alemão Billy Wilder

 

John Garfield e Lana Turner

O caudaloso romance “The Postman Always Rings Twice” (1934) de James Cain teve várias versões para o cinema. A mais aplaudida é a versão de 1946, dirigida por Tay Garnet e trazia no elenco John Garfield e Lana Turner. Uma história de traição, ganância e crime e considerada uma das 100 melhores histórias pela Modern Library’s. Um clássico do cinema “Noir” agora entra para o projeto “O Fotograma Revisitado 2021”, que traz nossa assinatura. Para viver o papel de Garfield  foi selecionado o modelo e  estudante de Teatro na PUC (Grupo de teatro Tanahora, dirigido por Chico Nogueira)  Vinicius Coutinho enquanto o papel de Turner está indefinido ainda. A produção será da ZOLI Eventos Exclusivos. O ensaio fotográfico está previsto para o primeiro semestre de 2021.

Vinicius Coutinho vai dar vida ao “angry man” John Garfield

O programa “Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema” que vai ao ar neste domingo (29) às 22 horas pela Paraná Educativa FM 97.1 traz a trilha sonora o drama de Elia Kazan, “Boneca de Carne (Baby Doll) (1956), um triunfo na carreira da atriz Carroll Baker com roteiro de Tennessee Williams. A música foi composta pelo jazzista Kenyon Hopkins. Uma homenagem a performer, youtuber, produtora musical Bibi Baby Doll. No momento ela faz parte do elenco do curta de sci fi “Cronômetro” produzido por alunos do Curso de Cinema do Centro Europeu. Confiram também a crônica cinematográfica de Ricardo Klass que vai falar sobre a cantora ativista Nina Simone.

Serviço:

Cinemaskope, a Maravilhosa Música de Cinema

Trilha sonora do drama “Boneca de Carne”, com músicas criadas por Kenyon Hopkins

Paraná Educativa FM 97.1

Dia 29/11/220  –  22 horas

Produção: Tiomkim

Colaboração: Ricardo Klass

Edição: Joaci Santos

Apoio cultural:  ZOLI Eventos Exclusivos

Estão iniciando os testes para o projeto fotográfico/livro “O Fotograma Revisitado 2021” de nossa autoria. Na lente primorosa  de Matheus de La Palm, o ator e modelo Marinho Valente revive George Peppard e a modelo Julia Dallabona vive Carroll Baker. Cena extraída de “Os Insaciáveis ” (1964), de Edward Dmytryk. Para dar mais charme a cena foram utilizados figurinos do Museu da Moda Ney Souza. A cena será finalizada com a supervisão da jornalista Camila Gino, que vai incluir um cenário criado por arquiteto de renome de Curitiba. A produção final será da ZOLI Eventos Exclusivos.

 

A atriz Rhonda Fleming faleceu na semana que passou aos 97 anos de idade. Ruiva e de lindos olhos azuis viveu papéis de ação, faroeste e dramas épicos. Um fato curioso é que ela esteve em Jacarezinho, interior do PR em 1964, participando de uma produção americana, que no Brasil chamou-se de “Pão de Açucar”. Ela veio acompanhada do ator Rossano Brazzi e de atores brasileiros como Odete Lara. O programa “Cinemaskope A Maravilhosa Música do Cinema, que vai ao ar neste domingo (25) as 22hs pela FM 97.1 Paraná Educativa traz com  exclusividade “As Canções de Rhonda Fleming”. O programa também traz “As Crônicas Cinematográficas de Ricardo Klass”. Edição Joaci Santos e apoio cultural da ZOLI Eventos Exclusivos.

O compositor Elmer Bernstein é o grande homenageado da edição deste domingo (18) às 22 horas no programa “Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema”. No ar pela FM  97.1 Paraná Educativa. Ele foi o grande criador das décadas de 50 e 60 com obras primas como “O Homem do Braço de Ouro” (1955) e “Os Dez Mandamentos” (1956). Ficou mundialmente conhecido com o tema de “Sete Homens e um Destino” (1960). Nesta edição vamos trazer as trilhas sonoras de “Os Insaciáveis” e “Sete Homens e um Destino”. O programa tem a colaboração de Ricardo Klass, edição de Joaci Santos e apoio cultural da ZOLI Eventos Exclusivos.

Com distanciamento social, grupo de empresas vai proporcionar festa virtual para os pequenos
Dia 12 de outubro está chegando e como tornar a data especial? Um grupo de empresários de Curitiba montou uma tarde de experiências para a galerinha, via zoom meeting. Ao aderir ao evento, cada criança receberá um kit em sua casa contendo massinhas de comer, suco de brincar, kit de pintura em tela com tinta e pincel, e giz de cera!
“A ideia é original, exclusiva e saudável”, diz Marcos Santos, empresário da Vinho Tinta, que participa do grupo. A sua empresa fará a live que ensinará os pequenos a pintura em tela. “Toda criança gosta de brincar com tinta. Nós mostraremos a eles uma forma diferente de pintar”, diz Marcos, salientando que a criançada não precisa ter qualquer noção de pintura em tela e que a live não é uma aula.
Além de Vinho Tinta, as atrações contam com o chef Piu José e Sal Divino Temperos e chás, promovido pelo programa Festas e realizado por Zoli Eventos Exclusivos. Os kits atendem a crianças a partir de 2 anos, com supervisão dos pais, e estão sendo vendidos pelo site www.zolieventos.com.br e custam R$ 98,90 por criança. Mais informações: (41) 9 9266 3450.

A PEC 17/2019, apresentada em julho de 2019 com o avento da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), tem como objetivo alterar a Carta Magna com a finalidade de incluir a proteção de dados pessoais entre os direitos e garantias fundamentais, bem como fixar a competência da União para legislar e tratar do tema.

A justificativa para apresentação da referida PEC seria de que, dado o crescente e hoje consagrado meio informacional, cada vez mais haverá riscos às garantias individuais das pessoas, sem contar que a competência restrita à União, significaria uma legislação uniforme a ser adotada por Estados e Municípios, o que é visto como um fator benéfico.

Em contrapartida, há entendimento de que a PEC 17/2019 seria dispensável, pois a discussão inerente à proteção de dados já tem sido objeto de debate doutrinário e jurisprudencial, bem como de que já estaria abarcada pela Constituição Federal a partir da proteção à privacidade e a dignidade humana. Ademais, a questão da competência exclusiva da União poderia prejudicar a liberdade de julgamentos já existente pelos Estados e Municípios, o que retardaria ainda mais a resolução das demandas que envolvam essa temática.

Feitas as considerações acima, importante ressaltar que a citada PEC foi aprovada, e está atualmente aguardando votação no Plenário.

Portanto, levando em conta os termos trazidos pela LGPD, agregado ao fato de que a proteção de dados certamente passará a ser relacionada dentre os direitos e garantias fundamentais expressamente previstos na Constituição Federal, a questão irá refletir diretamente sobre os mais variados ramos do mercado brasileiro.

Para breve análise deste contexto, daremos ênfase aos reflexos que a PEC 17/2019 poderá gerar sobre o mercado segurador, tomando por base que as companhias seguradoras delimitam seus riscos e realizam seus cálculos atuariais a partir do fornecimento dos dados pessoais dos pretensos segurados, o que significa dizer que os dados pessoais coletados tratam-se de insumo para a atividade securitária.

Verifica-se, portanto, que, para a avaliação do risco, a lei exige que a apólice seja precedida de uma proposta escrita, com a declaração de todas as informações e dados do futuro segurado, sendo que com base no que for relatado, a seguradora aceitará ou não o risco e, na hipótese de aceitação, precificará o mesmo.

Neste aspecto, tem-se que a partir do momento em que referidos dados pessoais passarem a ser tratados como garantia fundamental, será necessária a implementação de novas políticas internas pelas seguradoras para fortalecer ainda mais a prática já existente quanto à proteção dos dados dos contratantes que estejam em sua posse.

E baseando-se nisso, a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) apoia os termos práticos que serão trazidos pela PEC 17/2019 e, inclusive, criou um guia de boas práticas do mercado segurador, com o intuito de auxiliar as companhias seguradoras quanto ao manuseio e utilização dos dados que lhe são fornecidos, isso em formato de adaptação aos termos trazidos pela LGPD, que já entrou em vigor, visando, assim, sejam resguardados os dados cadastrais, dada sensibilidade que alguns deles possam ter.

A conformidade às exigências da Lei Geral de Proteção de Dados já era uma necessidade e, a partir de sua entrada em vigor, isso se tornou latente, pelo que a PEC trará um reforço à gravidade de eventuais falhas no tratamento de dados pessoais, que serão analisadas ainda com maior severidade.

Ressalte-se, ainda, que a proteção dos direitos do Titular de dados pessoais já era objeto do Código de Defesa do Consumidor e Marco Civil da Internet, não sendo a proteção de dados propriamente uma novidade ao mercado segurador.

Por fim, em que pese algumas seguradoras já estejam se movimentando para atender às novas regras existentes, ainda não se encontram plenamente aptas e prontas às inovações legais trazidas, bem como daquelas que ainda irão sobrevir com a aprovação da PEC 17/2019, uma vez que a estrutura da operação de seguros deverá ser repensada como um todo, com a implementação de tecnologias novas que visem a proteção dos dados pessoais, em especial os dados sensíveis, sob o risco de aplicação das sanções legais.

Autora: Lama Ibrahim é advogada do escritório Rucker Curi Advocacia e Consultoria Jurídica. Especialista em Direito de Seguros – Previdência Complementar e Processo Civil

Está a todo vapor a campanha VAMOS DIVIDIR UMA CESTA BÁSICA promovida pela ZOLI Eventos Exclusivos em parceria com o Programa Festas  e Instituto Atitude na Cabeça. Na semana o projeto chegou em Piraquara e Corbélia. Em tempos de pandemia vamos colaborar e ajudar o próximo. Participe ! Sua colaboração será de grande valia.

Acesse os links para fazer sua doação :

Link para R$120,00 – https://pay.juno.com.br/checkout.html?code=464866C303A127AF

Link para R$160,00 – https://pay.juno.com.br/checkout.html?code=DE2D092B0083B98F

Link para R$200,00 – https://pay.juno.com.br/checkout.html?code=FBA901C85A563276

 

 

Uma homenagem ao grande mestre das trilhas sonoras Ennio Morricone com apoio cultural da ZOLI Eventos Exclusivos.

Ennio Morricone (1928-2020) foi um dos últimos grandes mestres das trilhas sonoras. Com mais de 50 anos de carreira compôs aproximadamente 400 peças musicais. Recebeu Oscar Honorário em 2007 e em 2016 o Oscar de Melhor Trilha Sonora por “Os Oito Odiados”, de Quentin Tarantino. Com uma carreira premiadíssima será sempre lembrado pela sua parceria com o cineasta italiano Sérgio Leone, criando clássicas composições para os western spaghetti “Por Um Punhado de Dolares”, “Por Uns Dólares a Mais” e “Três Homens em Conflito”, cujo tema é a marca de abertura dos shows da banda de rock Metallica.

O programa “Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema”, que vai ao ar neste domingo (12) às 22 horas na 97.1 FM Paraná Educativa presta homenagem ao mestre Ennio Morricone trazendo as trilhas sonoras de “Um Verão com Você” (1969), de Renato Castellani, “Investigação Sobre Um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita” (1970), de Elio Petri e “Era Uma Vez no Oeste” (1968), de Sérgio Leone.

foto pedro nossol

O programa Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema chega aos 25 anos no ar, sempre trazendo o melhor das trilhas sonoras do cinema mundial

Tudo começou de maneira tímida e discreta há 25 anos atrás quando o programa radiofônico “Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema” iniciava sua trajetória nas ondas da Rádio Educativa do PR  Eu era o produtor, pesquisador e apresentador ainda sem muito traquejo. Era um programa único especializado em trilhas sonoras cuja coleção de vinil havia começado pelas mãos de meu pai, o maestro Osval e que semanalmente era tocada no ar, que incluía Henry Mancini, Francis Lai, Michel Legrand, Mario Nascimbene, Enio Morricone, entre outros. O programa era editado pelo competentíssimo técnico Joaci Santos, que pasmem, me acompanha até hoje. Quando o programa já tinha um ano de existência eu já tinha o apoio do Museu da Imagem e do Som do PR e um colaborador entusiasmado que apresentava o programa. Seu nome era Márcio Veiga da Costa, professor de cinema, atualmente lecionando em Joinville. Certo dia o programa já começava a ter sua audiência solidificada quando para nossa surpresa a RPCTV veio fazer matéria e conseguimos uma pauta na edição nacional do programa “Bom Dia Brasil”, da Rede Globo. Aquilo foi um grande incentivo e começamos então a incluir entrevistas com personalidades da área cultural. Foi com grande alegria que nesses 25 anos  trouxemos nomes como : Alice Ruiz, Anita Zippin, Fernando Severo, Lilyan Vargas, Maria Inês Borges da Silveira, Tulio Viaro, Ney Souza, Francisco Sandman, Alana Ferri, Leila Pugnaloni, Zilda Fraletti, Cristiane Lissoni, Celso Coppio, Lorena Schwartz, Jefferson Manoel, Bruno Barros, Sheila Rigler, Rosângela Rosa, Sabine Villatore, Ale Maya, Andréia Caldani, Luciano Coelho entre outros. Outra colaboração importante que tivemos foi quando Chico Nogueira, então Diretor do Museu da Imagem e do Som apresentou ocasionalmente o programa por uma temporada. Atualmente o programa conta com outro colaborador talentoso, o  escritor Ricardo Klass que semanalmente traz crônicas cinematográficas sobre todos os períodos da história do cinema. Quero agradecer aqui os jornalistas e colunistas: Sandro Moser, Guilherme Grandi, Reinaldo Bessa, Wesley Cunha, Diogo Cavazotti, Iria Braga, Zeca Leite, Leonardo Coleto, Paulo Camargo, Tatiana Nasser, Marialda Pereira, Marcia Toccafondo que citaram nosso programa nessa trajetória sonora. Agradecimento especial ao fotógrafo e jornalista Matheus de La Palm que me inspira.

De Tom Jobim a John Williams. De Riz Ortolani a André Previn. De Miklos Rosza a Bernard Hermann. De Jerry Goldsmith a Alex North. De Nino Rota a James Horner. Acompanhado dessa turma maravilhosa continuamos rumo a mais 25 anos todos os domingos às 22 horas na FM 97.1 Paraná Educativa. Edição de Joaci Santos. Colaboração de Ricardo Klass . Apoio cultural da ZOLI Eventos Exclusivos.

Cinemaskope, A Maravilhosa Música do Cinema. Produção e apresentação de Tiomkim.

( design/arte fernando helfenstein)

A Zoli Eventos Exclusivos lança junto ao Programa Festas a campanha “VAMOS DIVIDIR? DOE UMA CESTA BÁSICA!” Você por meio do QRCode do Pic Pay poderá doar o valor que estiver em seu alcance para que juntos possamos reverter a soma total em compras de CESTAS BÁSICAS. Temos mais 700 famílias cadastradas precisando da sua ajuda neste momento difícil. Seja nosso parceiro também, doando, compartilhando e divulgando nossa campanha.

CRIS LISSONI EVENTOS-EIRELI
CNPJ 30.567.706/0001-09
Banco Bradesco
ag. 1219
C/c 0014002-3