Cinemaskope

TretisTV lança campanha contra a torcida única

21 de agosto de 2018

Desde a primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, os torcedores dos outros clubes brasileiros não estão permitidos a frequentar a Arena da Baixada em um setor específico para eles – com policiamento, faixas, bandeiras e as camisas de seus times – nem os atleticanos que acompanham o Furacão, ou moram em outras cidades, não conseguem assistir aos jogos fora de Curitiba. A determinação ocorreu por decisão do Ministério Público e do Clube Atlético Paranaense em testar a torcida única, tentando evitar brigas, desentendimentos e confusões entre os torcedores – que já ocorreram na própria Arena, devido aos torcedores irem infiltrados na torcida atleticana. Pensando nisso, a TretisTV, maior canal não oficial do Atlético Paranaense, acaba de lançar a campanha #TorcerÉHumano, com o objetivo de mostrar que todos têm direito de torcer fardados com seus mantos, em qualquer ambiente e com segurança.

 A campanha será realizada nas redes sociais da TretisTV, com imagens, vídeos e o uso da hashtag #TorcerÉHumano. “Queremos que todas as torcidas, independente da cor: rubro-negras, tricolores, verdes e brancas, azuis e pretas, estejam conosco para mostrar aos ‘engravatados’ que acompanhar seu time do coração é muito mais que entretenimento. É paixão, é emoção. Juntos, pelo direito de torcermos separados”, afirmam os membros da Tretis, que incluem o artigo 2 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, para fortalecer a campanha: “Todo ser humano tem capacidade para gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição.”.

A #TorcerÉHumano também visa mostrar que, ao privar torcedores adversários de entrarem na Arena da Baixada, o clube paranaense se mostra desumano, indo contra a ideia de que todos têm o direito de ir e vir. “É desumano com qualquer um que gosta de esporte bretão, e sobretudo, desumano com sua própria torcida, que se vê obrigada a assumir a responsabilidade pela segurança de todos, quando, na verdade, deveria estar preocupada e gastando todos os seus recursos para levar o Clube onde ele merece estar”, salientam e completam: “Voltamos a convidar a todos para que nos ajudem a garantir os direitos de todos e a demonstrar que uma torcida humana é uma torcida que respeita e assegura as diferenças, que garante o direito de todos os torcedores de vestir a camisa de seu time onde e como eles quiserem”.

Quem desejar acompanhar a campanha e se juntar à TretisTV, pode acessar o www.facebook.com/tretistv,www.instagram.com/tretistv e www.twitter.com/tretistv.

Você pode gostar também