Cinemaskope

Pão de Açúcar lança cerveja comemorativa de aniversário

4 de agosto de 2013

cerveja 65 anos

 

 

Celebrando aniversário em agosto, o Pão de Açúcar lança a cerveja especial “65 anos” elaborada em parceria com a premiada Cervejaria Wäls. Do estilo Witbier e engarrafada em embalagem de vidro rolhada de 375ml, a novidade distribuída pela BeerManiacs, pode ser encontrada em todas as lojas da rede, pelo preço de R$ 14,99. A cerveja também é adquirida pelo Pão de Açúcar Delivery (www.paodeacucar.com.br).

Trata-se de uma edição limitada e artesanal, cuja receita foi pesquisada e elaborada para atender a um mercado crescente no país – o crescimento anual em vendas de cervejas especiais no Pão de Açúcar é de, em média, 80%. “O Pão de Açúcar é hoje referência em cervejas especiais no país e temos um trabalho criterioso de cadastramento e comercialização de rótulos. A rede é a porta de entrada para muitos cervejeiros e, por isso, elaboramos uma receita que fosse diferente e que agradasse não apenas aos iniciantes nesse universo, mas também aqueles que buscam novidades”, explica Robson Grespan, Comprador de Cervejas Especiais do Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, a rede conta com 150 rótulos de cervejas especiais cadastradas.

Dessa forma, a companhia em conjunto com a Wäls, chegou a receita de uma Witbier, cerveja belga de estilo refrescante que utiliza trigo e especiarias. “São cervejas claras, aromáticas e bem leves em razão da adição do coentro e cascas de laranjas. Os ingredientes têm altodrinkabilty e equilibram a acidez do malte de trigo”, explica Grespan. Para esta cerveja, foram incluídos ainda alfarroba, baunilha de Madagascar e tâmara, de acordo com as explicações abaixo:

 

  • Alfarroba: Apesar de não ter a fama do cacau, a alfarroba já era usada pelos egípcios há mais de 5 mil anos. Por ser naturalmente doce, dispensa o uso de açúcar na fabricação e no consumo dos produtos. Sem falar que também não possui os estimulantes cafeína e teobromina e é rica em vitaminas e minerais. Na cerveja “65 anos”, produz efeito espessante, dando mais corpo e textura aveludada.  Além disso, os açúcares digeridos pelas leveduras trazem aromas delicados e únicos.

 

  • Baunilha: A baunilha é a vagem seca de uma orquídea. O perfil aromático depende das condições de cultivo e de preparação, mas também das variedades ou espécies utilizadas. A mais tradicional é a Baunilha Bourboun, utilizada nesta receita e produzida em Madagascar. A idéia de utilização dela na cerveja “65 anos” é atuar no processo de refinamento dos aromas complexos  provenientes da levedura e reestruturação do flavor da cerveja com características únicas da baunilha.

 

  • Tâmara: As tâmaras são digeridas completamente depois de um longo período, pois são ricas em açúcares complexos; esta característica é bem apreciada por aqueles que necessitam preservar um ritmo enérgico durante atividades físicas ou mentais, normalmente em desportos que testam a resistência ou em esportes de duração prolongada. No caso da cerveja, esses açúcares, por serem complexos, não serão digeridos completamente pela Levedura, gerando um sabor e leve dulçor bem prazeroso na cerveja.

 

A cerveja “65” anos harmoniza com pratos leves, como saladas e frutos do mar em geral.

Você pode gostar também