Cinemaskope

O cuidado com a pele merece atenção especial neste verão

6 de janeiro de 2016

O Hospital Erasto Gaertner alerta para a importância da prevenção do câncer de pele

 

O câncer de pele é o tipo de tumor mais incidente na população, possui o maior número de casos registrados em homens e o terceiro de maior incidência em mulheres, de acordo com dados obtidos no Hospital Erasto Gaertner, entre os anos de 2010 e 2013. A doença ocorre por ação da radiação ultravioleta, a mais energética dos raios solares, e manifesta-se geralmente em jovens e idosos. Para prevenir a doença, é preciso evitar a exposição excessiva ao sol, principalmente das 10h às 16h, usar protetor solar (fator 15, no mínimo) e aplicar novamente a cada duas horas. Segundo o chefe do Serviço de Pele e Melanoma do Erasto Gaertner, Dr. Marcos Flávio Montenegro, “A prevenção é extremamente importante no câncer de pele, pois é facilmente detectável. Não devemos fugir do sol, porque ele é muito importante, mas temos que saber como nos prevenir do câncer de pele”.

Pessoas de pele e olhos claros ou que se expõem ao sol, trabalhadores ao ar livre e desportistas são alguns dos grupos de risco do câncer de pele. Como a exposição solar tem efeito cumulativo, a doença pode surgir depois de muitos anos de exposição ao sol. Este excesso de sol não só pode causar queimaduras e câncer na pele como insolação, desidratação e envelhecimento precoce. Além disso, sentar-se à sombra não garante total proteção. É preciso usar bloqueador solar, e se proteger adequadamente com chapéu ou boné, roupas claras e folgadas. Lembre-se que os bronzeadores sem filtro solar deixam a pele mais sensível aos raios UV.

O diagnóstico do câncer de pele é simples, consiste em exame médico e retirada de lesão para exame ao microscópio. Mediante diagnóstico precoce e tratamento imediato, a maioria das pessoas com a doença pode ser curada. Deve-se ficar em alerta com pintas, verrugas (de nascença ou não), manchas e crostas, bem como às modificações de espessura, superfície, cor, tamanho, coceira ou sangramento. É importante fazer o autoexame regular na pele, mas também procurar um médico para obter um diagnóstico mais preciso. Uma alimentação saudável e rica em vitaminas ajuda na prevenção.

Para entender o câncer de pele é necessário saber sobre a diferença entre o carcinoma e o melanoma. O primeiro é o mais frequente e se apresenta como feridas que sangram e formam cascas que descamam e demoraram a cicatrizar. Estão habitualmente localizadas nas áreas expostas ao sol, como face e dorso das mãos. Já o segundo, é um tumor agressivo que pode se disseminar para outras partes do corpo muito rápido. Caracteriza-se geralmente pela cor negra intensa, como mudança de cor de uma pinta ou sinal, mesmo que de nascença. Às vezes apresenta-se com algumas áreas avermelhadas ou azuladas que não se elevam muito sobre a pele, a não ser quando começam a nascer.

 

Serviço:

Hospital Erasto Gaertner

R. Dr. Ovande do Amaral, 201 – Jardim das Américas – Curitiba/PR

Telefone: (41) 3361-5000

www.erastogaertner.com.br

Você pode gostar também