Cinemaskope

João, o Maestro é escolhido pelo público o melhor filme do Festival de Cinema Brasileiro na Rússia

11 de outubro de 2018

Organizado pela Linhas Produções Culturais em parceria com Embaixada do Brasil, evento aconteceu em Moscou e São Petersburgo, de 25 de setembro a 7 de outubro

 João, o Maestro, de Mauro Lima, foi escolhido pelo público como o melhor filme do Festival de Cinema Brasileiro na Rússia, realizado em Moscou de 25 a 30 de setembro e em São Petersburgo de 3 a 7 de outubro. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (9) pela Linhas Produções Culturais, que organiza o festival com o apoio da Embaixada do Brasil. Cerca de 3 mil pessoas compareceram às sessões nas duas cidades e votaram para escolher o melhor entre os oito filmes exibidos.

Além de João, o Maestro, participaram do Festival – que chegou à 11ª edição em Moscou e à 7ª em São Petersburgo – O Filme da Minha Vida (drama), de Selton Melo, Antes Que Eu Me Esqueça (drama), de Tiago Arakilian, Fala Sério, Mãe! (comédia), de Pedro Vasconcelos, Tungstênio (drama), de Heitor Dhalia, Talvez uma História de Amor (comédia romântica), de Rodrigo Bernardo, Arábia (drama), de João Dumans e Affonso Uchoa, e o documentárioFevereiros, de Marcio Debellian, ainda inédito no Brasil.

João, o Maestro é uma cinebiografia do pianista e maestro brasileiro João Carlos Martins, considerado um dos maiores intérpretes de Bach do mundo. A produção aborda alguns detalhes pouco conhecidos da vida do artista, como o primeiro concerto internacional, a relação com as mulheres, a teimosia e o perfeccionismo em relação à música. O maestro João Carlos Martins participou ao vivo da abertura do festival, no dia 25 de setembro, respondendo a perguntas do público russo por meio de vídeo conferência na própria sala do cinema.

Para Fernanda Bulhões, curadora e produtora do Festival, da Linhas Produções Culturais, este foi o ano em que as avaliações dos filmes pelo público foram as melhores. “Nós sempre levamos diversidade de estilos. Há dramas, comédias, romances, documentários e filmes autorais. E as avaliações que recebemos ao fim de cada sessão são sempre muito positivas”, diz. Segundo ela, tão importante quanto a boa avaliação é o público, que cresce ano a ano. “O Festival de Cinema Brasileiro é um evento muito esperado na Rússia. Faz parte do calendário cultural de Moscou e São Petersburgo. E o que é melhor: já tem um público cativo de admiradores, que só aumenta”, celebra.

Você pode gostar também