Cinemaskope

Festival de Teatro de Curitiba ganha aplicativo

23 de fevereiro de 2015

O público ganhou um aliado para organizar sua agenda personalizada com as atrações do 24º Festival de Teatro de Curitiba. Um aplicativo para celular já pode ser baixado gratuitamente com informações completas dos mais de 400 espetáculos e eventos simultâneos do Festival.

A ferramenta mobile permite a organização de uma agenda personalizada com as atrações escolhidas, além de possibilitar a compra dos ingressos para todas elas.

 

"Por meio do aplicativo, o público pode filtrar as peças e adicionar as preferidas à área 'Meu Guia'. A ferramenta oferece filtros por gênero, preço e classificação indicativa. Além disso, é possível fazer as escolhas por dia, na barra superior do aplicativo, e por eventos – Mostra, Fringe, Risorama, Mishmash Guritiba e Gastronomix –, na barra lateral", explica Johnny Toshio, gerente de projetos e proprietário da RTY Solutions, empresa responsável pelo desenvolvimento do aplicativo.

 

A área "Meu Guia" traz a agenda do usuário. Se há coincidência de horários entre duas ou mais peças, por exemplo, fica mais fácil optar por um horário diferente ou escolher entre um espetáculo ou outro, no caso de não haver alternativa. Além de se organizar, o público poderá compartilhar com os amigos nas redes sociais os eventos aos quais quer ir.

 

"O guia físico do Festival de Curitiba é bem completo, mas tem um volume de informações gigantesco. O público precisa folhear página por página para decidir a que espetáculos deseja ir e o aplicativo é bem prático", diz Toshio. "Além disso, quem vai a muitas peças não precisa mais carregar o guia físico”, completa.

 

Todas as informações sobre o aplicativo estão disponíveis na internet (http://bit.ly/appfestcuritiba) e a versão para Android pode ser baixada pelo link https://play.google.com/store/apps/details?id=solutions.rty.festivaldecuritiba. A versão para iOS deve entrar no ar em breve.

 

O Festival de Teatro de Curitiba deste ano é apresentado pelo Banco Itaú e Tradener, tem patrocínio da Renault do Brasil, Petrobras, Copel, Fundação Cultural de Curitiba/Prefeitura de Curitiba e UEG Araucária e apoio da Itaipu Binacional.

 

 

 

 

SOBRE O FESTIVAL DE TEATRO

 

Criado em 1992, o Festival de Teatro é o maior evento teatral do Brasil. Idealizado pelos jovens Leandro Knopfholz, seu atual Diretor Geral, e Carlos Eduardo Bittencourt, o Festival sempre atraiu a atenção dos principais nomes da dramaturgia nacional.

Sua primeira edição, organizada com a ajuda de Cássio Chamecki e Victor Aronis, reuniu 14 espetáculos e contou com as participações de José Celso Martinez Corrêa, Antunes Filho, Gerald Thomas, Cacá Rosset e Gabriel Vilela.

Para marcar a criação do Festival, a Prefeitura Municipal de Curitiba construiu no tempo recorde de 30 dias o Teatro Ópera de Arame, projetado pelo arquiteto Domingos Bongestabs, que se transformou num dos principais cartões postais da capital paranaense. A Ópera de Arame foi inaugurada com o espetáculo “Sonhos de uma Noite de Verão”, de Shakespeare, numa montagem inédita do Grupo Ornitorrinco.

Desde a sua criação, o Festival já reuniu mais de sete mil espetáculos, sendo 600 na Mostra Oficial, 6.200 no Fringe e 350 nos Eventos Paralelos (Guritiba, Mish Mash e Risorama). Isso já garantiu ao Festival uma plateia geral de mais de 4,8 milhões de pessoas de todo o Brasil. Todos os anos, o Festival é realizado graças à participação de 1.500 profissionais entre diretores, atores, iluminadores, figurinistas, maquiadores, técnicos, montadores, bilheteiros, divulgadores, administradores e organizadores.

A Mostra possui curadoria especial e sempre reúne estreias nacionais, grandes espetáculos internacionais e as principais produções do teatro brasileiro. O Fringe reúne várias Mostras Especiais, sem curadoria, e abre espaço para centenas de produções de todo o Brasil. Por isso, o Fringe tornou-se na vitrine mais democrática do teatro brasileiro, fora da agenda comercial do eixo Rio-São Paulo.

O Fringe faz parte do Festival de Teatro desde a sua sétima edição, em 1998. Ele se inspira na experiência que surgiu espontaneamente, em 1947, no Festival Internacional de Edimburgo, mais importante evento de artes cênicas do mundo. Sua denominação significa, em inglês, “franja” ou “margem” e traduz sua essência aberta e democrática. As companhias teatrais que formam a programação do Fringe participam do evento por iniciativa própria. Por isso, sua programação sempre reserva grandes surpresas e muitas produções originais.

Você pode gostar também