Cinemaskope

Exposição de Alexandre Farto abre nesta terça-feira na Caixa Cultural

17 de março de 2014

vhils 04  - credit - João Pedro Moreira

joao pedro moreira

O artista português Alexandre Farto arka Vhils abre nesta terça-feira (18) a exposição Incisão na Caixa Cultural, em Curitiba

 

Alexandre Farto aka Vhils tem um ar aguçado para as cidades. Ele enxerga o que a maioria não vê. Em camadas de tintas nas paredes ou em materiais de demolição ele revela a história de vida de quem por ali passou. E é isto que ele mostrará a partir desta segunda-feira, na Caixa Cultural.

A instalação Incisão é fruto da estada do artista em Curitiba e na aldeia indígena Araçaí, em Piraquara. A obra é composta por 54 portas de madeira gravadas com motivos indígenas e a imagem de vários rostos, incluindo 18 que representam habitantes da comunidade Araçaí. Quatro destas gravuras foram feitas pelos próprios Guaranis na galeria da Caixa Cultural, ao longo da montagem da mostra.

E esta é uma das características do trabalho de Vhils que trabalha com materiais pouco usuais como cortiça, poliestireno (3D) e explosivos, além de madeira, papel e metal. O trabalho que ele faz em paredes e muros antigos – com várias camadas de tintas que são descascadas para dar profundidade e textura, e quase sempre representando rostos – rendeu ao artista o reconhecimento profissional em vários países. Há obras dele em Portugal, Itália, Estados Unidos, França, Espanha, Rússia, Argentina, Austrália e Noruega.

Segundo ele, Incisão é a reflexão sobre a interação entre comunidades humanas, a cidade e o modelo de desenvolvimento contemporâneo.

Artista – Alexandre Farto nasceu em 1987 e começou trabalhar com grafite aos 13 anos, já com o pseudônimo de Vhils. Cresceu na margem sul do Tejo, em Seixal, no distrito de Setúbal, uma área industrial.

Os trabalhos em stencil e em suportes não convencionais começaram em 2004, assim como a primeira exposição coletiva com o grupo VSP. Dois anos depois ingressou na agência de artes Vera Cortês, o que abriu as portas para muitas exposições.

Mudou-se para Londres em 2007 para estudar na University of the Arts e fez a primeira individual em 2008. Neste mesmo ano, Vhils participou do Cans Festival, em Londres, exibindo a técnica de escavação – que forma a base da série “Scratching the Surface”, iniciada no ano anterior.

Atualmente ele tem contratos com a Lazarides Gallery (Reino Unido), Vera Cortês Agência de Arte (Portugal) e Magda Danysz Gallery (França e China).

 

Conheça mais sobre a obra de Alexandre Farto Aka Vhils em

www.alexandrefarto.com

https://www.youtube.com/watch?v=PVATJR-eriQ

 

Exposição Alexandre Farto Aka Vhils

De 18 de março a 11 de maio

Abertura 18 de março às 19h30

Entrada gratuita

 

Galeria Caixa Cultural

Rua Conselheiro Laurindo, 280

Centro, Curitiba – PR

(41) 2118-5409

 

Você pode gostar também