Cinemaskope

Deficientes visuais podem visitar exposição Paul Garfunkel-Pintor Viajante

19 de abril de 2017

As obras da mostra Paul Garfunkel – Pintor Viajante, expostas até o dia 29 de abril no Museu Guido Viaro, em Curitiba, podem ser visitadas por deficientes visuais. Um folder e a identificação descritiva das obras em braile garantem o acesso a este público específico. São aproximadamente 70 pinturas, entre óleos, aquarelas e desenhos, expostas no museu, e que retratam o cotidiano brasileiro em traços impressionistas, que podem ser visitadas de terça-feira a sábado, das 14 às 18 horas. Nesta sexta-feira, 21 de abril, e sábado, 22 de abril, o museu não abre por causa do feriado.

Paul Garfunkel, francês que se radicou em Curitiba, percorreu por décadas o país e ao longo de suas viagens retratou o cotidiano do país – pessoas, animais, casas, paisagens, tudo o que lhe aparecia à frente. Formado em engenharia mecânica, Garfunkel, chegou ao Brasil em 1927, como funcionário de uma multinacional francesa, em São Paulo. Radicou-se em Curitiba nos anos 1950, depois de envolver-se em uma série de empreendimentos de pouco sucesso, iniciados após a perda seu emprego por causa de seu apoio à Revolução paulista. Num desses empreendimentos, ele foi sócio do escritor Monteiro Lobato. Garfunkel dedicou-se totalmente à pintura na capital paranaense, aonde faleceu em 1981.

Com um vasto legado, seu talento vem sendo relevado em exposições, entre elas, ‘Paul Garfunkel – um Francês no Brasil”, no MON, em 2009, e por “Imagens do Brasil”, no museu Alfredo Andersen, que resultou em um livro reunindo seus dois grandes álbuns de viagens pelo país, publicado em 2014.

Serviço:

 Exposição Paul Garfunkel – Pintor Viajante

 Data: 16 de março a 29 de abril de 2017 (de terça-feira a sábado). Na sexta-feira, 21 de abril, e sábado, 22 de abril, o museu não abre em decorrência do feriado.

 Horário: 14 às 18 horas

 Local: Museu Guido Viaro, na Rua XV de Novembro, 1.348, Centro, Curitiba

 Entrada franca

Você pode gostar também