Cinemaskope

Consciência social e atitudes em meio a crises

Pinterest LinkedIn Tumblr

grazielle ueno

A situação mundial da Covid-19 nos enclausurou em nossas casas, fazendo com que nos adaptássemos a novas formas de trabalho e repensássemos as formas de consumirmos produtos e serviços, principalmente por meio das tecnologias digitais. Neste período, muitos negócios precisaram e têm se reinventado, modificando sua forma de comercializar seus produtos e serviços e na forma de distribuí-los, já que deviam estar de acordo com as orientações de isolamento vivido nestes dias.

Em meio a esta crise, vimos algumas empresas dando um show de solidariedade, doando parte de suas receitas ao SUS; produzindo unidades de álcool em gel e entregando aos hospitais; destinando recursos financeiros a pequenas empresas. E, em meio ao que parecia o caos instaurado, vemos que a criatividade, a solidariedade, a empatia e a ajuda ao próximo se fazem presentes nas empresas e nos negócios.

Essa consciência social e a atitude de criar, inventar e se reinventar permeiam a vida dos profissionais de Gestão Empreendedora de Serviços, que encontram em sua formação valores éticos, humanísticos e as competências de empreender e gerenciar serviços, prezando pela qualidade e o bom atendimento de seus clientes.

A formação deste profissional o prepara tanto para o mercado tradicional, como para o mercado digital, uma vez que os conteúdos aprendidos agregam conhecimentos, de empreendedorismo, comunicação organizacional, marketing de serviços, bem como e-business e e-commerce, ferramentas de planejamento de produtos e marketing digital.

Autoras: Grazielle Ueno Maccoppi e Flávia Roberta Fernandes são, respectivamente, coordenadora e tutora do Curso de Gestão Empreendedora de Serviços do Centro Universitário Internacional Uninter.

flavia roberta fernandes

Comentários estão fechados.